segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Trilha sonora: Elis - Der Letzte Tag


A trilha sonora de hoje é a música Der Letzte Tag da banda de gothic metal melódico de Liechtenstein, Elis, do CD Dark Clouds in a Perfect Sky (2004). O vocal da Sabine Dünser era maravilhoso, pena que ela faleceu em 2006 de AVC aos 29 anos. Uma perda irreparável... R.I.P. Sabine!
Música em alemão em homenagem a uma pessoa muito especial para mim...

Letra:

Es geschah in der Zeit
Als die Sonne die Erde zum Glühen brachte
Und die Menschen sich nach der Nacht sehnten
Nach den Schatten und der Linderung ihrer Qual:

Die Luft steht stickig still
Die Erde in der Hitze bebt
Kein Windhauch lindert die Qual
Schweiss rinnt von der kalten Stirn
Fieber tobt im weissen Leib
Kein Windhauch lindert die Qual

Auf sanften Flügeln
Schwebt die Nacht herbei
Der letzte Tag
Schliesst dunkle Augen
Mit weichem Flügelschlag
Auf sanften Flügeln
Schwebt die Nacht herbei
Die leise Klag
Schwindet ungehört
Da sie nichts vermag

Staub liegt in der heissen Luft
Das Atmen fällt ihm schwer
Kein Windhauch lindert die Qual
Flehend an seinem Bette wacht
Die Geliebte wartend auf die Nacht
Kein Windhauch lindert die Qual

Auf sanften Flügeln
Schwebt die Nacht herbei
Der letzte Tag
Schliesst dunkle Augen
Mit weichem Flügelschlag
Auf sanften Flügeln
Schwebt die Nacht herbei
Die leise Klag
Schwindet ungehört
Da sie nichts vermag

Auf sanften Flügeln
Schwebt die Nacht herbei
Der letzte Tag
Schliesst dunkle Augen
Mit weichem Flügelschlag
Auf sanften Flügeln
Schwebt die Nacht herbei
Die leise Klag
Schwindet ungehört
Da sie nichts vermag

Es geschah in der Zeit
Und endlich kam die Nacht


Poesia: De um Vampiro


Acorda a noite
Em luxuosos mantos de cetim
Eu me levanto
E respiro o ar dos mortos.
Procuro o sangue dos vivos
Sangue dos futuros mortos
Procuro gritos de horror
A face a desmair de dor,
Vôo no veludo da solidão
Por bosques e pântanos
Mergulho na morte sem perdão
E choro pela vida que não me resta.
Eternamente a coruja me acorda
O morcego meu fiel companheiro
Deste caixão de almas mortas
Onde sem querer me tornei rainha.

Os sussurros fitam a minha mente
A loucura de ser espectro.
As flores podres a meus pés
A Lua que brilha beijando-me a mão,
Não temendo o meu ser
Aceitando a minha sina.
As lágrimas não escorrem
Apenas sorrisos impiedosos
Se escondem no meu véu de seda

Para sempre o acordar, nas noites solitárias, em que a Lua
me inventa uma nova história.


Poesia de autoria de Lunar

Dica de filme: Drácula de Bram Stoker


A dica de hoje vai para o filme clássico de Francis Ford Coppola, Drácula de Bram Stoker (Bram Stoker's Dracula, 1992) baseado na obra literária homônima do escritor irlandês Bram Stoker, que já comentei aqui no blog anteriormente. É muuuito bom, o Gary Oldman está fantástico no papel principal, extremamente sedutor e envolvente, como todo bom vampiro que se preze tem que ser! O filme é bem fiel ao livro, altamente recomendado!!

Sinopse: O filme conta a história do líder romeno Vlad Tepes (Drácula), que, ao defender a igreja cristã na Romênia contra o ataque dos turcos, tem sua noiva Elisabetha (Winona Ryder) enganada: esta crê que seu amado morreu e então atira-se no rio chamado "Princesa". Vlad, ao retornar da guerra e constatar a morte de sua amada, e condenada ao inferno (pois se matara), renuncia e renega a Deus, à igreja e, jurando só beber sangue a partir daquele momento, sendo assim condenado à sede eterna, ou seja, ao vampirismo.

Quatro séculos se passam, e ele redescobre a reencarnação de Elizabetha, em Londres, agora conhecida como Wilhelmina Murray (Mina). Jonathan Harker (Keanu Reeves), noivo de Mina (Winona Ryder), parte a trabalho para a mansão do Conde Drácula, onde irá vender dez terrenos na área de Londres para este estranho Conde.

Lá é feito prisioneiro, enquanto o conde se encaminha à Inglaterra para reencontrar sua amada. O resto do filme consiste em uma busca desesperada e sofrida do amante para reconquistar sua amada e combater as malignas forças do Conde Drácula pelo amor de Mina. Pelo caminho, o Conde Drácula muda de aparência diversas vezes, mudando de velho para novo, e de homem para animal. Anthony Hopkins co-protagoniza este filme no papel do famoso Dr. Van Helsing, que se atreve a acreditar em Drácula, e que é suficientemente corajoso para lhe fazer frente. Drácula é um filme apaixonante, sedutor e completamente irresistível onde a aspiração ao amor humano de um vampiro poderoso e pungente, conduz à sua destruição…

Fonte: Wikipédia

Boa tarde galera!


Mais uma semana se inicia e já estaremos amanhã no último mês do ano! Como o tempo voa!!! Nem acredito que já estamos em dezembro, parece que foi ontem que 2009 começou...ano que vem, ano de muitas transformações!! Uma ótima semana a todos! :)

domingo, 29 de novembro de 2009

Trilha sonora: Draconian - Death, Come near me


Aproveitando que hoje postei minha opinião sobre como vejo os vampiros como seres atormentados pela sua condição de não-vivos, sua depressão e também sobre a novela gótica Dark Shadows, nada como sugerir de trilha sonora, o grupo de doom metal sueco, Draconian. Sua visão dark, letras pesadas e o vocal gutural do Anders Jacobsson em contraste com a voz lírica de Lisa Johansson, tem tudo a ver com nosso mundo vampírico. Escolhi a música Death, Come near me do álbum Arcane Rain Fell (2005).

Letra:

By day I sleep, at night I weep!
Oh Death, come near me!
Be the one for me, be the one who stays.
My rivers are frozen, and mischosen,
and the shadows around me sickens my heart.

Oh Death, come near me,
and stay (by my side). Hear my silent cry!
In sadness I'm veiled, to the cross I am nailed,
and the pain around me freezes my world.
My cold world...

In life I've failed,
for years I've wailed.
Frozen in time... left behind...
The rapture of grief is all to find...
The rapture of grief is all!

Behind the shadow of life the lost hopes are grieving.
I seek the night and hope to find love...
So I drown in the silence of lifes short eternity.
The tears fills the void in my heart astray...

Embrace me now, delightful ease!
Give me a world of wonderous peace!
Calm the desperate scream in my heart!

Oh Death, come near me,
save me from this empty, cold world!
Oh Life, you have killed me,
so spare me from this couldron of misery!

In life I cry, away I fly...
Chosen to fall within these walls.
The rapture...
The rapture of grief is all!

Oh, shed a tear for the loss of innocence,
for the forsaken spirits who aches... in us.
Cry for the heart who surrenders to pain,
for the solitude of those left behind!

Behold the pain and sorrow of the world,
dream of a place away from this nightmare.
Give us love and unity, under the heart of night.
Oh Death, come near us, and give us life!

In this world of pain I am better of dead!
Give me love, or give me... death!

Oh Death, come near me!
I have summoned you!


Dica de livro: Black Dagger Brotherhood Series


Minha dica de hoje é uma leitura nada adolescente sobre vampiros..rs A série Black Dagger Brotherhood da autora americana J.R.Ward é do estilo romance paranormal erótico e conta com 7 livros já publicados desde 2005: Dark Lover, Lover Eternal, Lover Awakened, Lover Revealed, Lover Unbound, Lover Enshrined, Lover Avenged e o oitavo com lançamento previsto para abril de 2010, Lover Mine. A série conta a história de 6 irmãos vampiros e guerreiros que moram juntos e formam uma irmandade, a Black Dagger, para defender sua raça contra os Lessers, que também têm uma sociedade, a Lessining Society, formada por humanos sem alma que ameaçam sua espécie. O interessante dessa série é que a escritora desenvolve o livro a partir de diversos pontos de vista, inclusive dos vilões. Dentro de um capítulo, o leitor chega a ter algo como quatro pontos de vista diferentes. Então a história difilmente cansa, e é cheia de ação (tanto violência como sexo) e mostra como cada um dos irmãos encontrou o amor no meio de uma guerra letal entre os vampiros e seus assassinos nas sombras da noite de Caldwell, em Nova York. Vale a pena conhecer o universo da Black Dagger Brotherhood, principalmente, se vc quer um livro mais adulto sobre vampiros!

Sinopse do primeiro livro: O único vampiro de raça pura que sobrou no planeta, Wrath tem uma dívida a ser acertada com os assassinos que mataram os seus pais séculos atrás. Mas quando um dos seus lutadores mais confiáveis é assassinado – deixando órfã uma filha mestiça que não sabe da sua herança ou seu destino – Wrath deve introduzir a linda mulher no mundo dos vampiros…

Atormentada pela agitação em seu corpo que não estava lá antes, Beth Randall é inutil contra o homem perigosamente sexy que vai até ela à noite com sombras em seus olhos. Os contos dele sobre a irmandade e sangue a assustam. Mas seu toque ínicia uma fome que ameaça consumir a ambos…

Clique para ler um extrato do livro aqui (em inglês)

DARK SHADOWS: uma soap opera gótica-vampírica


Essa eu tirei de minhas pesquisas na net, já que não conhecia: a soap opera (novela em inglês) Dark Shadows, exibida de 1966 a 1971 nos EUA pela rede ABC (no Brasil pela Rede Record, com o título Na Escuridão da Noite) com um total de 1.200 episódios (!) e que deu origem a 2 filmes: House of Dark Shadows (1970) e Night of Dark Shadows (1971). A série era filmada com poucos atores interpretando vários papéis. No início, o seriado acompanhava a história de Victoria Winters, uma governanta que chega à propriedade da família Collins para descobrir mais sobre si mesma e suas origens. No entanto, como os índices de audiência não eram satisfatórios, em 1967 um novo personagem foi introduzido, o vampiro Barnabas Collins, interpretado pelo ator canadense Jonathan Frid, o que tornou a série um sucesso, e nem podia ser diferente né gente? O personagem devia participar de apenas alguns episódios, mas devido ao seu grande sucesso, ele acabou como o personagem central da história! hauahuahau Para introduzi-lo, a trama que se passava em 1967 teve que voltar no tempo para dar informações sobre o novo personagem.
Barnabas Collins nasceu no séc. XVIII e em 1795 resolve casar-se com a rica herdeira Josette Du Pres, embora tenha um caso com uma das criadas da mulher, Angelique (que vampiro safado hein?). Secretamente, Angelique é uma bruxa e resolve se vingar de seu amante quando este rompe o romance entre os dois, enfeitiçando sua patroa para que ela se apaixone por Jeremiah Collins, um tio de Barnabas. Os dois se casam de repente e Barnabas desafia o tio para um duelo, matando-o. Ao descobrir que tudo foi obra de Angelique, ele atira nela e esta, agonizando, convoca um morcego do inferno que morde seu ex-amante, tornando-o um vampiro. Barnabas resolve transformar Josette em vampira, mas esta acaba morrendo ao cair de um penhasco para fugir dele. O vampiro pede então que o matem, mas claro, ninguém consegue. Então, ele é acorrentado dentro de um caixão e escondido em um quarto secreto da mansão. Porém, em 1967, um membro da família Collins descobre o caixão e liberta Barnabas, que torna o rapaz seu escravo e faz com que ele o apresente à família como se fosse um primo distante que veio da Inglaterra. A partir daí, o vampiro começa a atormentar a vida da família Collins e dos habitantes de Collinwood.
Dark Shadows foi sucesso absoluto nos EUA, com sua trama repleta de goticismo, monstros, zumbis, fantasmas, lobisomens e bruxas. Além de tudo, a série ainda flertava com a ficção científica, mostrando personagens viajando no tempo e para universos paralelos.
Confesso que fiquei curiosíssima sobre essa série e a boa notícia é que Tim Burton pretende adaptar a série para o cinema. O filme começará a ser rodado em 2010, com Johnny Depp no papel de Barnabas (finalmente Depp vai fazer um vampiro!!!). Com certeza irei assistir a esse filme!!! E vocês?

Fonte: Kadabra

Romance Vampírico: quem não gostaria de viver um?


Boa tarde galera! Hoje o dia continua abafado, mas meio nublado e sem sol..um dia perfeito para os Cullens!! E por falar na família de vampiros mais famosa da atualidade, hoje comprei mais algumas revistas com reportagens especiais sobre a saga Crepúsculo e outras com fotos e posters dos atores do filme (aahhh do meu Ed que é o que me interessa né? rs os outros eu dispenso...). Lendo as reportagens, me deparo com algumas abobrinhas escritas por pseudo jornalistas que não devem entender nada de vampiros e são uns posers querendo se fazer de entendidos...como dizer que os Quileutes são lobisomens???!!!! Pelamordedeus LEIAM os livros antes de falar m**. No inicio até o Jacob pensava ser um lobisomem, mas em Amanhecer tudo é esclarecido! Eles são SHAPESHIFTERS ou traduzindo para o bom português, metamorfos...igual ao Sam do seriado True Blood que se transforma num cachorro da raça collie, o Jacob e companhia se transformam em lobos. Como li os livros em inglês, não sei se a tradução aqui no Brasil foi feita de forma equivocada...mas me irritam essas "reportagens" que além de erros absurdos de português, inconcebíveis para um profissional do jornalismo (p.ex.: A cerca de 6 anos...CRUZ CREDOOOOO), ainda falam besteira sobre o universo vampírico da Stephenie Meyer!! Haja paciência...e para concluir, porque duvidar da masculinidade do Edward?? O fato de brilhar ao sol e não ter caninos pontiagudos sempre me incomodou, mas foi uma opção da autora..Agora dizer que o Ed é gay (nada contra os gays por favor!!) como leio vários comentários no You Tube e em comunidades do Orkut porque ele é "vegetariano", é o fim da picada! Outros vampiros também bebem sangue de animais ou preferem beber sangue de Bancos de Sangue ao invés de atacar humanos, como: Louis de Pointe du Lac (de Entrevista com o Vampiro da Anne Rice), Stephan Salvatore (do seriado The Vampire Diaries), Nick Knight (do seriado Maldição Eterna), Mick St John (do seriado Moonlight), o próprio Blade (do filme e seriado Blade) que controla seus instintos tomando um soro...e nunca falaram nada sobre esses vampiros! Creio que a alta popularidade da série entre nós, do sexo feminino, abalou a rapaziada que agora procura ridicularizar o Edward por puro ciúme!!! Quando tem que ser mau, o Ed provou isso ao lutar com o James em Crepúsculo e o Felix em Lua Nova, sempre para defender seu grande amor, a Bella!! Na verdade, o Ed, como esses outros vampiros que citei, são atormentados por sua condição de seres da noite sem alma e sofrem por isso. Nos livros, o Ed mostra todo seu sofrimento por amar a Bella que é humana e sua resistência em transformá-la em vampira prova seu grande amor. E nós, mulheres, adoramos romances impossíveis, heróis atormentados, depressivos, mas que AMAM incondicionalmente. E o fator ETERNIDADE, o tão sonhado PARA SEMPRE, inerente ao amor dos vampiros por serem imortais, só nos atrai ainda mais, porque quem não gostaria de passar a eternidade ao lado do seu grande amor? E cada vez que ele beija a Bella e tem que se controlar para não devorá-la (literalmente...aaahh que delícia! rs) me deixa arrepiada! É isso aí, defenderei Edward Cullen com unhas e dentes sempre! E o ator Rob Pattinson, perfeito no papel e lindo até dizer chega (nem ligo de seu peitoral ser produto de efeitos especiais, ele é lindo mesmo de barriguinha), só me faz gostar ainda mais desse personagem único e cheio de nuances e que retrata bem o tormento de ser um vampiro que resiste em matar outro ser humano para se alimentar, apesar dele mesmo dizer à Bella que no passado já havia matado muitas pessoas. E a busca pela REDENÇÃO e seu ARREPENDIMENTO por erros do passado, o tornam ainda mais perfeito para mim!

sábado, 28 de novembro de 2009

Trilha Sonora: Theatre of Tragedy - Venus


Essa música da banda norueguesa de Gothic Metal Theatre of Tragedy, Venus do CD closure:live (2001), tem tudo a ver com o clima do blog. A voz da ex-vocalista da banda, Liv Kristine, é linda e a letra misturando latim e inglês arcaico é show de bola! Enjoy! :)

Letra:
Circa mea pectora multa sunt suspiria
De tua pulchritudine, que me ledunt misere

(Venus - I trow'd thou wast my friend)
I trow'd thou wast my friend
(Venus - Professed to Heaven thou wouldst send)
Heaven thou wouldst send
(Venus - As a disciple of a villain)
As disciple of a villain
(Venus - Didst thou act the tragedienne)
Didst thou act the tragedienne

Iam amore virginali totus ardeo
Iam amore virginali totus ardeo

Amor volat undique, captus est libidine

(Venus - I trow'd thou wast my friend)
I trow'd thou wast my friend
(Venus - Professed to Heaven thou wouldst send)
Heaven thou wouldst send
(Venus - As a disciple of a villain)
As disciple of a villain
(Venus - Didst thou act the tragedienne)
Didst thou act the tragedienne

Iam amore virginali totus ardeo
Iam amore virginali totus ardeo
Circa mea pectora multa sunt suspiria
De tua pulchritudine, que me ledunt misere
Tui lucent oculi sicut solis radij
Sicut splendor fulguris, qui lucem donat tenebris


Dica de livro: Vampire Academy Series


A dica de livro de hoje é a coleção Vampire Academy da autora Richelle Mead. São um total de 4 livros já lançados: Vampire Academy (cuja capa ilustra esse post), Frostbite, Shadow Kiss e Blood Promise. O quinto livro, Spirit Bound, será lançado em maio de 2010. No estilo da saga Crepúsculo da SM, é uma leitura leve, nada dark, para adultos jovens, mas muito legal também!!! A personagem principal da série é Rose Hathaway, uma adolescente dhampir a ponto de terminar a escola, na Saint Vladimir Academy, e finalmente estar pronta para lutar contra os Strigoi e proteger os Moroi. Os Dhampir são meio humanos e meio Moroi (ou seja, vampiro). Eles são treinados para serem guardiões dos Moroi. Eles só podem ter filhos com Morois, mas surpreendentemente, a criança ainda será meio humana e meio vampira. Eles não bebem sangue e são mortais. Podem também sair à luz do sol sem que isso os enfraqueça e eles possuem sentidos melhores do que os humanos. A maioria dedica suas vidas à proteção dos Moroi contra os Strigois, mas algumas mulheres Dhampir escolhem criar suas crianças e são desprezadas pelo resto dos Dhampirs. Os Moroi são completamente vampiros e mortais. Eles bebem sangue, mas não o suficiente para matar. Quando eles mordem os seus alimentadores (feeders), uma injeção de endorfina é mandada para os feeders, os deixando extasiados. Diferente dos Strigoi, eles podem se especializar em um dos cinco elementos (fogo, água, terra, ar e raramente espírito). Eles são protegidos pelos Dhampirs. Os Strigoi são vampiros imortais originários de Morois que mataram enquanto se alimentavam, ou que foram forçados a se tornar Strigoi por uma troca de sangue. Dhampirs e humanos também podem se tornar Strigoi por outro Strigoi. Eles só podem ser mortos por uma estaca, que contém os quatro elementos, que deve ser enfiada no coração. Como Strigoi são seres não – vivos e os elementos são vivos, estes destroem um vampiro Strigoi. Também podem ser mortos queimados e decapitados. A história é contada em primeira pessoa, a partir da perspectiva de Rose.

Sinopse do primeiro livro:Rose Hathaway e sua melhor amiga Lissa Dragomir voltam para a St. Vladimir’s Academy depois de dois anos vivendo no mundo normal, já que elas fugiram da academia. Rose, uma dhampir, tem que voltar para um vigoroso treinamento para alcançar os seus colegas de classe para se tornar uma guardiã oficial para Lissa, uma princesa Moroi, depois que ela se formar. Como ela está desesperadamente atrasada em seu treinamento, ela deve ter sessões extras com o outro guardião da Lissa, o Dimitri, um poderoso guardião com quem a Rose forma uma ligação especial. Não muito tempo depois de seu retorno, Lissa começa a receber ameaças como animais mortos, o que faz com que ela entre em pânico e ameaça danificar o seu já frágil estado mental, onde o poder espírito dentro dela está deixando-a deprimida e também porque a sua família foi morta vários anos antes em um acidente de carro. Atormentada por esse acontecimento e imaginando quem está por trás disto, Rose tenta manter Lissa segura por uma ligação que elas têm, a qual ela sente e vê tudo o que a Lissa vê.

Leia um extrato do primeiro capítulo aqui (em inglês)

Dica de filme: Fome de Viver


O filme Fome de Viver (The Hunger, 1983) é um cult de terror vampírico gótico dirigido pelo então estreante em cinemas Tony Scott. Logo na primeira cena temos a banda Bauhaus tocando a música Bela Lugosi is Dead em um salão gótico. A presença de David Bowie e Catherine Deneuve ainda lindíssima fazem desse filme uma dica imperdível para os amantes de filmes de vampiro. Mas não tem sangue jorrando ou caninos pontiagudos...o terror está nos gestos, cores e olhares. O filme é curto (100 minutos) mas arrepia..

Sinopse:Manhattan, Nova York. Miriam Blaylock (Catherine Deneuve) é uma vampira que consegue se manter "viva" e bela através dos séculos com o sangue dos seus amantes. Em retribuição, os jovens e as moças que se envolvem com ela não envelhecem, até Miriam ter tirado bastante sangue deles. Infelizmente, seu atual parceiro, John (David Bowie), está tendo um envelhecimento extremamente rápido e a expectativa de vida é de apenas 24 horas. Desesperado, ele procura a ajuda da médica Sarah Roberts (Susan Sarandon), que é especialista em envelhecimento prematuro. Inicialmente, ela não crê na história de John, mas pede para esperá-la. Ao voltar, 2 horas depois, vê que ele envelheceu décadas naquele curto espaço de tempo. Ela pensa em tentar fazer alguma coisa, mas John deixa o local bem irritado e frustrado, pois sabe que para ele seu tempo acabou. Sem ter a menor noção do que está acontecendo, Sarah vai até a casa dele e acaba conhecendo Miriam. Após uma conversa e uma bebida elas acabam indo para cama e logo Sarah descobre que sua vida tomou um rumo totalmente inesperado.
Recomendadíssimo! :) Só um aviso aos incautos: tem uma cena forte de lesbianismo entre a vampira Miriam e a Dra. Sarah...rs

Momento nostalgia: ANGEL


Angel foi uma série da televisão americana que durou cinco temporadas de sucesso entre 1999 e 2004, na rede WB (no Brasil pela Fox), tendo um total de 110 episódios. A série foi um spin-off de Buffy the Vampire Slayer (intitulada Buffy, A Caça-Vampiros no Brasil), contando a vida do vampiro com alma Angel (David Boreanaz), lutando em Los Angeles contra o Mal. Criado por Joss Whedon e David Greenwalt. Os detalhes mostram os julgamentos em curso de Angel, um vampiro cuja alma humana foi devolvida a ele por ciganos como uma punição pelo assassinato de um dos seus. Depois de mais de um século de assassinato e tortura de inocentes, a alma restaurada de Angel o atormenta com a culpa e remorso. Durante as primeiras quatro temporadas do show, ele trabalha como detetive particular em uma versão fictícia de Los Angeles, Califórnia, onde ele e vários colegas de trabalho tentam "ajudar os indefesos" e restaurar a fé e salvar as almas daqueles que perderam seu caminho. Normalmente, isso envolve fazer a batalha com os demônios do mal ou demônios aliados a humanos, principalmente, relacionados com a Wolfram & Hart, um escritório de advocacia. Ele também tem a batalha de sua própria natureza demoníaca. Angel, assim como Buffy, é uma série riquíssima em substância. Foi concebida como uma metáfora para redenção e consciência moral, pois o vampiro Angel, depois de ter sua alma restaurada por uma maldição cigana (quando um membro foi assassinado por ele), passou a viver na angústia de seus horrendos atos do passado, buscando todo meio de se redimir, ajudando os indefesos. Primeiro, ele foi à Sunnydale ajudar Buffy Summers em sua caçada (na série Buffy), mas eles se apaixonaram, e ao encontrar a felicidade completa nos braços dela, Angel perdeu a alma novamente (como parte da maldição). Voltou a ser o vampiro inescrupuloso chamado Angelus, enfrentando Buffy até a morte. Porém, Angel conseguiu sua alma de volta, e apesar de quererem tentar, tanto ele quanto Buffy sabiam que o relacionamento nunca daria certo. Angel então deixa Buffy e parte para Los Angeles, em sua própria caçada contra o mal. Começa então a série Angel. Joss Whedon, criador de Buffy e de seu spin-off, vê em Angel uma enorme riqueza metafórica para os conceitos de redenção e ambigüidade moral, pois Angel e Angelus são parte de uma mesma natureza, e ambos lutam pelo poder. Essa eterna crise moral é muito bem explorada no decorrer das temporadas da série, mostrando que a linha divisória pode ser bem mais fina do que aparenta. Whedon também diz enxergar Angel como a metáfora para o viciado, sem total controle por seus atos e em busca da difícil recuperação. Enquanto Buffy foi concebida como uma metáfora para a vida adolescente, Angel é um estudo sobre o lado sombrio da natureza humana, sobre erros do passado e escolhas sobre o que fazer com sua vida. Angel seguiu a linha policial noir, com todos os característicos elementos do gênero e meio misturado com Arquivo X, se mantendo, durante todas as suas temporadas, como um sucesso de público e de crítica, sendo considerada uma das melhores, mais ousadas e criativas séries exibidas, apesar da última temporada ter terminado abruptamente deixando algumas perguntas em aberto.
Sou suspeita para falar porque adoro o David Boreanaz (lindo de morrer!), que agora brilha na série Bones, mas ele como Angel arrasava...torci muito pelo romance dele com a Buffy, mas depois que surgiu o Spike (James Marsters), confesso que virei a casaca e deixei de ser Bangel shipper para me tornar Spuffy shipper! kkkkkkkkkkkk

Fonte:Wikipédia

Mais um pouco de abobrinhas....

Boa tarde pessoas! Tudo bem? Ontem não apareci aqui porque fui assistir ao filme 2012 e devo confessar que fiquei impressionada, não só com os efeitos especiais que são excelentes, mas com a estória em si. Foi bastante perturbador imaginar que o mundo pode acabar em 21 de dezembro de 2012. E o pior, que aqui não vai sobrar pedra sobre pedra...OMG! O Cristo Redentor ruindo é de dar dó...
Mas voltando ao tema do blog, já assisti Lua Nova várias vezes e cada vez gosto mais do filme, principalmente, do lindo Ed e cada vez mais desgosto do Jacob..hahaha Já não gostava dele quando li os livros e agora, pior ainda com essa galera do #TeamJacob! Putz...vou na banca e tem algumas revistas com essa figurinha do Taylor na capa...que drogaaaa eu quero MAIS ROB PATTINSON pelamordedeus!!! E ainda já revi Crepúsculo mais algumas vezes também! kkkk
Aproveitei e fui também na Saraiva e comprei os CDs de Crepúsculo com o bônus do DVD com clipes do Paramore (ebaaa) e o de Lua Nova, mas o que me deixou irritada foi ter a droga desse Jacob na capa do CD junto da Bella e do Edward igual à foto promocional do poster que ganhei na estréia do filme. Putz que saco, eu quero o Ed por favor! Adoro a fala da Alice Cullen no filme: "I'll come back as soon as you put the dog out!" huahauhauahuahua Lavei a alma nessa hora porque não aguentava mais os gritinhos das fãs desse Taylor a cada vez que ele aparecia mostrando aquela barriga tanquinho a base de esteróides e ainda gritando "beija??!!" Só podem ser loucas...jamais trocaria o magrinho do Ed pelo bombado Jacob, que foi um tremendo safado ao atender o telefone e depois no livro Eclipse e Amanhecer ficar atrapalhando o romance da Bella com o Ed. Massssssssss ainda bem que tudo acaba bem! heheh Afinal, quando li Amanhecer, a primeira coisa que fiz foi ver o final do livro primeiro, porque se a SM tivesse feito a Bella ficar com o Jacob eu jogava o livro fora e tacava fogo nele! kkkkkkkkkk Aliás, já estou relendo Crepúsculo pela..quarta vez! hauhauhauahuha
Um ótimo fim de semana a todos!! :)

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Trilha Sonora: Paramore - Decode


Eu simplesmente AMOOOO Paramore e essa música, Decode, da trilha sonora do filme Crepúsculo (2008) com o vídeo apresentando cenas do filme mostrando o meu vampirão Ed Cullen só me faz suspirar!! OMG! Yummie yummie!! Enjoy! :) Letra: How can I decide what's right, when you're clouding up my mind? I can't win your losing fight. All the time. Not gonna ever own what's mine, when you're always taking sides? But you won't take away my pride. No, not this time...Not this time. How did we get here, When I used to know you so well? But how did we get here!? Well, I think I know. This truth is hiding in your eyes, And it's hanging on your tongue. Just boiling in my blood, but you think that I can't see. What kind of man that you are? If you're a man at all. Well, I will figure this one out On my own... I'm screaming "I love you so"... (On my own...) But my thoughts you can't decode! How did we get here, when I used to know you so well? Yeah, yeah How did we get here!? Well, I think I know. Do you see what we've done? We're gonna make such fools of ourselves. Do you see what we've done? We're gonna make such fools of ourselves. (Yeah Yeah...oh oh, oh!) How did we get here, when I used to know you so well? Yeah! Yeah Yeahh! Oh, how did we get here, when I used to know you so well? I think I know. I think I know. There is something I see in you. It might kill me, I want it to be true.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Bom dia galera vampírica!!!

Tudo bem? Ontem fiquei vasculhando na net um Wallpaper de New Moon pro meu laptop e achei um lindinho com o rosto do meu querido Ed Cullen olhando pra mim..aiaiai suspiros apaixonados...rs
Agora que fiquei sabendo que Eclipse vai estrear em junho de 2010, bem no mês do meu niver, quer presente melhor do que esse??? heheh Mal posso esperar!! #TeamEdward FOREVER!!!!

PS Como alguém pode achar aquele Taylor Lautner bonito, meu Deus!!! Esse cara desde o filminho "As Aventuras de Sharkboy e Lavagirl em 3-D" (The Adventures of Sharkboy and Lavagirl in 3-D, 2005), já antecipava o projetinho de feiúra que iria ser...não foram uns esteróides a mais pra bombar o corpitcho e definir a barriguinha tanquinho para Lua Nova que irão me fazer mudar de idéia!! afff...

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Poesia: O Vampiro


Tu que, como uma punhalada,
Em meu coração penetraste,
Tu que, qual furiosa manada
De demônios, ardente, ousaste,

De meu espírito humilhado,
Fazer teu leito e possessão
- Infame à qual estou atado
Como o galé ao seu grilhão

Como ao baralho o jogador,
Como à carniça o parasita,
Como à garrafa o bebedor
- Maldita sejas tu, maldita!

Supliquei ao gládio veloz
Que a liberdade me alcançasse,
E ao veneno, pérfido algoz,
Que a covardia me amparasse.

Ai de mim! Com mofa e desdém,
Ambos me disseram então:
"Digno não és de que ninguém
Jamais te arranque à escravidão,

Imbecil! - se de teu retiro
Te libertássemos um dia,
Teu beijo ressuscitaria
O cadáver de teu vampiro!


Poema de Charles Baudelaire

domingo, 22 de novembro de 2009

Trailer de Lua Nova!


Boa tarde galera! Um ótimo domingo a todos que visitam o meu blog! Hoje vou postar um trailer do filme Lua Nova (The Official MTV Video Music Awards), para quem ainda não assistiu o filme, poder ter uma idéia do quanto é maravilhoso! Tem uma compilação das cenas mais legais! Enjoy! :)
No copyright's infringement intended.
video

sábado, 21 de novembro de 2009

Minha cena favorita de Lua Nova!



Robert Pattinson na pele do vampiro Edward Cullen mostrando que ele é um presente dos Deuses para nós, ao tirar a camisa em Volterra, seu rosto pálido e atormentado pensando que sua amada Bella havia morrido (bem ao estilo Romeu e Julieta de Shakespeare).... e depois a Bella impedindo que ele se revelasse aos humanos à luz do sol onde sua pele brilha como diamante, o que provocaria a ira dos Volturi e sua consequente morte! aaahhhhhhhhhhhhh lindo demaisssssssss

Cinema crítica: Lua Nova


Bom dia pessoas!! Hoje o céu está lindo, muito sol, o que é fatal para nós vampiros (rs), mas mesmo assim estou rindo à toa depois de ter assistido ontem Lua Nova e o melhor, ter trazido para casa o mini poster do filme que ilustra esse post e ainda autografado!! Nossaaaaaaaaaa AMEI AMEI AMEI o filme! Robert Pattinson tava lindoooooooooooo como sempre, mas agora com a maquiagem mais bem elaborada que a do primeiro filme, ele ficou ainda mais gato....quase caí para trás quando ele tira a camisa mostrando seu peitoral perfeito no momento que está em Volterra, na cena clímax do filme!! Suspiros apaixonados...rs O Taylor Lautner até que se esforçou para ficar um Jacob convincente, principalmente, depois que tirou aquele megahair ridículo, mas não faz meu estilo...sou mais a pele pálida e fria do vampiro e sua magra elegância do que aquele corpo ultra bombado do Jacob..mas é questão de opinião. Não que eu não curta metamorfos ou até mesmo lobisomens, mas entre estes e os vampiros, por motivos óbvios, prefiro os vampiros! kkkkkk A única coisa que me chateou no filme é que as aparições do Edward eram rápidas, quando ele abandona a Bella e eu queria muito mais Ed Cullen na telona do que aquela matilha de lobos, mas como já tinha lido o livro, eu sabia que isso aconteceria, e por isso mesmo, foi o livro que menos gostei da saga Crepúsculo. Mas os lobinhos eram fofos e os efeitos muito bons como já tinha visto no YT. Os Volturi estavam perfeitos, e a cena da luta dos vampiros foi de arrepiar! Aliás, ADORO luta de vampiros! heheh Mas apesar de tudo, ainda queria muito mais, parece sempre que fica faltando algo, comparando com os livros! rs Agora é aguardar o lançamento de Eclipse e começar tudo de novo: a ansiedade, a busca na net por novidades, comprar as inúmeras revistas nas bancas sobre o filme e, enquanto dura a espera, ler e reler os 4 livros vezes sem conta e assistir o DVD de Crepúsculo (e esperar que seja lançado o de Lua Nova) e suspirar pelo Ed Cullen, o namorado vampiro que todas nós queríamos ter! E a frase final do filme, gente??? Que anti-clímax meu Deus! "Case-se comigo, Bella?" ahhhhhhhhhhhhhhhhhh que meigoooo... AMEIIIIIIIIIIII!!! E vou ver de novo! heheh

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Momento nostalgia: BLADE: THE SERIES


Blade: The Series foi uma série americana de ação, inspirada na trilogia de filmes Blade, que por sua vez inspirou-se na personagem de histórias em quadrinhos da Marvel Comics. Para quem gostou dos filmes, Blade: The Series, continua a história da bem sucedida adaptação dos cinemas mas traz novidades e novos personagens.
A série estreou no dia 28 de Junho de 2006 e foi exibida nos Estados Unidos pelo canal a cabo Spike TV. No Brasil foi transmitida pela Warner e na TV aberta, pelo SBT. Para aqueles que não conhecem Blade, ele é um híbrido. A mãe de Blade foi mordida por um vampiro pouco antes de ele nascer e, como resultado, a criança nasceu com algumas características de vampiros, como a força e agilidade extraordinárias. Contudo, ele é diferente dos verdadeiros vampiros: Blade pode andar à luz do dia. Sendo assim, ele é um meio-humano, meio-vampiro, que é forçado a injetar todos os dias um soro especial para controlar sua sede por sangue. Um guerreiro e especialista em artes marciais, armado com uma espada de aço, esse lendário caçador de vampiros caça seus inimigos na tentativa de destruir toda essa raça. Nas ruas de Detroit, um mal antigo cresce dia-a-dia e torna-se cada vez mais ousado. A Casa de Chthon está quase eliminando as últimas barreiras à sua supremacia sobre toda a humanidade e, para se opor a esta ameaça, existe apenas o “Daywalker”. Blade (Sticky Fingaz) forma uma difícil aliança com Krista Starr (Jill Wagner), uma ex-militar veterana da guerra do Iraque que está tentando entrar novamente na vida “normal” dos civis, quando descobre que seu irmão gêmeo Zack foi morto sob misteriosas circunstâncias. Sua investigação revela que Zack foi um "familiar" - um tipo de trabalhador escravo "que concorda em cumprir as ordens de um vampiro na esperança de que seu mestre" acabará por recompensá-lo com a vida eterna. Shen (Nelson Lee) é o grande aliado e confidente de Blade, que cria novas tecnologias para serem usadas na batalha contra os vampiros. No lado dos vilões está Marcus Van Sciver (Neil Jackson), o grande inimigo de Blade e chefe dos vampiros da Casa de Chthon, sedento por poder e sangue, e que tem em Chase (Jessica Gower), uma sedutora vampira, a devoção para concluir seus planos. Encantado com Krista, Marcus decide transformá-la em vampira, injetando-a com seu sangue. Krista então é abordada por Blade, que injeta nela o mesmo soro que ele usa para controlar seus próprios instintos vampíricos e oferece-lhe uma chance de ajudá-lo a vingar a morte de seu irmão e derrubar Marcus da Casa de Chthon, revelando que Zack tentava fazer uma operação policial com ele. Os dois formam uma parceria relutante. O restante da temporada mostra as tentativas de Krista para manter seu disfarce na Casa de Chthon, todo o tempo lutando com a sua crescente natureza predatória, e os (supostos) esforços de Marcus para desenvolver uma vacina "que irá tornar os vampiros imunes a todos as suas tradicionais fraquezas: luz solar, prata, alho, etc Mais tarde é revelado que o verdadeiro propósito de Marcus é criar um vírus (o Aurora Project), que visa especificamente os "puro sangues", a classe dominante de vampiros, e deixar os "transformados" (vampiros normais como Chase e Marcus, que antes eram humanos) ilesos. Ele acaba por liberar sua arma no final da série, surpreendentemente com a ajuda de Blade. Infelizmente, a série foi cancelada após 12 episódios, apesar da grande audiência, principalmente, do público feminino, o que parece ter desagradado ao canal. Porque será?

Fonte: Wikipédia

Dica de livro: Dark Series


A dica de leitura de hoje vai para a série de livros da autora americana Christine Feehan, intitulada The Dark Series. São um total de 20 livros! O primeiro, Dark Prince, que ilustra este post, foi lançado em julho de 1999. Esta série gira em torno dos Carpathians ou Cárpatos, uma raça poderosa e antiga. Eles têm muitos poderes, incluindo a habilidade de mudar de forma e tempo de vida prolongado, vivendo milhares de anos. Embora eles se alimentem de sangue humano, eles não matam suas presas humanas, e em sua maior parte vivem entre os seres humanos, sem serem detectados. Apesar de seus dons, os Cárpatos estão à beira da extinção. Houveram poucas crianças nascidas entre eles nos últimos séculos, e aqueles que nasceram são todos do sexo masculino e muitas vezes morrem no primeiro ano de vida. Passaram-se mais de 500 anos desde que uma fêmea nasceu. Na falta de Cárpatos do sexo feminino, também conhecidas como "almas gêmeas", o Cárpatos do sexo masculino perde a capacidade de sentir emoções e de ver em cores. O único sentimento que lhes resta é a emoção de fazer uma matança. Uma vez que faça isso, ele perde sua alma e "vira", tornando-se o monstro da lenda, o vampiro ou "morto-vivo". Com tão poucas mulheres sobrando, os homens são forçados a fazer uma escolha difícil: ou tornar-se vampiro ou "saudar o amanhecer" (isto é, cometer suicídio). No entanto, quando encontram uma alma gêmea, a capacidade de ver em cores e suas emoções são restauradas para eles, e suas almas são salvas. Títulos já lançados: Dark Prince, Dark Desire, Dark Gold, Dark Magic, Dark Challenge, Dark Fire, Dark Dream, Dark Legend, Dark Guardian, Dark Symphony, Dark Descent, Dark Melody, Dark Destiny, Dark Hunger, Dark Secret, Dark Demon, Dark Celebration, Dark Possession, Dark Curse e Dark Slayer.

Sinopse de Dark Prince: Ele veio para ela na noite, um predador - força e poder cinzelando suas feições. A sedução era profunda e elemental, ele afetou sua alma. Sua necessidade. Sua escuridão. Sua terrível solidão assustadora. Seus sentidos despertados, ela ansiava pela força perigosa de seu corpo. Queimava por ele. E ele a tinha apenas tocado com sua mente. Ela veio a ele de madrugada, sua hora mais sem vida. Enquanto a fera lutava dentro dele, ameaçando consumi-lo, ele descarregou seus séculos de desespero em um grito angustiado que encheu a noite minguante. E ela respondeu, um raio de luz, penetrando sua escuridão. Um anjo lindo. Sua compaixão, coragem e inocência despertam nele um desejo requintado e ternura. Ele sabia que deveria possuí-la, pois só ela poderia domar o seu lado selvagem e levantar a sombra escura de sua alma. Separados, estavam desolados, abandonados. Interligados fisicamente e espiritualmente, eles poderiam curar um ao outro e experimentar uma eternidade de noites cheias de amor.
Clique aqui para ler o primeiro capítulo deste livro (em inglês).

Dica de filme: Entrevista com o Vampiro


Entrevista com o Vampiro (no original em inglês, Interview with the Vampire: The Vampire Chronicles) é um filme de suspense, lançado em 1994, baseado no livro homônimo da escritora Anne Rice. Nem é preciso dizer aqui que eu já li todos os livros de vampiro da Anne Rice né? hahahah Eu gosto muito desta autora, aqui os vampiros não são nada românticos como na saga Crepúsculo, pelo contrário, nós somos apenas alimento para essas criaturas da noite. E devo confessar que eu gosto muito também desse lado cruel do vampiro, afinal, nós mortais também temos nosso lado dark não é mesmo? Outro ponto a se destacar é a característica andrógina dos vampiros da Anne Rice. Afinal, quem em sã consciência não notaria a liaison entre Lestat e Louis que ia além do criador e criatura?? E o porque da raiva latente do primeiro em relação à vampira criança Cláudia com o passar dos anos e a mudança de sentimentos desta em relação ao Louis? Acho que a Rice mostrou bem as terríveis conseqüências da transformação de uma criança em vampiro, o que também a Stephenie discutiu no último livro da saga "Amanhecer", quando os Volturi pensaram que a filha da Bella com o Edward era uma criança transformada...essa regra jamais deve ser quebrada, já que quem gostaria de amadurecer e ficar presa em um corpo infantil?? Por toda a eternidade???!!! Cruel, não é mesmo?

Sinopse:O filme conta a história de Louis (Brad Pitt), um vampiro que foi transformado no século XVIII por Lestat (Tom Cruise). Enquanto Lestat acredita que deu a Louis a maior dádiva que pode existir, este acredita que na verdade foi condenado ao inferno, e só encara a morte como válvula de escape, enquanto o medo o aflige. Ele passa sua vida imortal à procura de um significado para a sua condição, ou pelo menos algum outro de sua espécie.

Sempre relutante em tirar a vida de seres humanos, Louis no início se alimenta apenas de animais. Um dia, porém, não resiste e morde uma garotinha, Claudia (Kirsten Dunst). Lestat, ao descobrir, fica extremamente empolgado, transforma-a em vampira e a "dá de presente" a Louis. Os dois tornam-se muito amigos, sendo um a razão de ser do outro.

Claudia, entretanto, não é feliz, pois, assim como uma criança humana, ela amadurece e torna-se adulta, mas fica eternamente presa no corpo de uma menina. Lestat, enciumado da relação dela com Louis e também farto de suas "crises existenciais", acaba por afastar-se de ambos e tratá-los cada vez pior. Claudia considera que ele é um peso a ser eliminado, e então assassina-o. Para comemorar, ela marca com Louis uma viagem para a Europa. Mas logo antes de embarcarem, para surpresa e pânico de ambos, eles descobrem que Lestat na verdade não morreu.

Em Paris, Louis conhece Armand (Antonio Banderas), o líder de um grupo de vampiros, e espera que ele, já que é provavelmente o mais velho vampiro existente, dê-lhe algumas respostas, o que descobre não ser possível. Logo após, o grupo que Armand lidera assassina Claudia, levando Louis a uma fria vingança que não poupa ninguém, a não ser o próprio Armand.

Por fim, Louis volta sozinho aos Estados Unidos, onde continua sua vida.

Filme altamente recomendado!! Efeitos ótimos, figurino impecável, atuações convincentes, principalmente do Tom Cruise que se esforçou para mostrar à Anne Rice, que não o queria no papel de Lestat, que ele poderia interpretá-lo. E ele conseguiu convencê-la e a nós também! :)

Fonte: Wikipédia

Poesia: Amor Vampiro


Busco tua janela, errante
Olho teu corpo e admiro
Minha voz, já sussurrante,
Não é senão um suspiro

Bebo, guloso, o teu sangue
Permito que me seduzas
Deixo o leito ainda exangue
Peço a ti que me conduzas

Desprezei todas as musas
Para ser só teu amante
Diante de tuas escusas
Torno-me um vil visitante

P'ra desejar-te 'inda mais
Em silêncio me retiro
De meus nobres ancestrais
Trago a marca do Vampiro

Se é teu beijo o que me anima
Eu me rendo ao teu jogo
Bebo da matéria-prima
Sem súplica, medo ou rogo

E assim escrevo a história
Mudando nosso final
Já não busco a vitória
Só desejo ser mortal

Se te mato, é a mim que firo
Se fico longe, expiro
Nesse insano Amor-Vampiro
De sangue, de gozo, deliro


Poesia de autoria de Tatiana Alves

Bom dia galera!!

Tudo bem? Feriado hoje aqui no RJ (nunca vi tanto feriado junto como nesse país..), muito sol e aqui estou eu atualizando o meu cantinho! Hoje à noite terei meu encontro marcado com Ed Cullen e amanhã irei postar meus comentários sobre Lua Nova. Infelizmente, não pude ir na pré-estréia como fiz com Crepúsculo, já que as sessões disponíveis eram à meia-noite.. :(
Mas tudo bem, eu consegui segurar a minha ansiedade e assistirei hoje na última sessão! Afinal, assistir filme de vampiro à tarde não tem a menor graça! rsrsrs

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Trilha sonora: Nightwish - Nemo

Eu adoro metal e essa música do grupo finlandês Nightwish, Nemo do CD Once (2004), arrepia até a medula! A voz da Tarja Turunen que, infelizmente, não é mais a vocalista da banda, é impressionante! Letra: This is me for forever/ One of the lost ones/ The one without a name/ Without an honest heart as compass /This is me for forever/ One without a name/ These lines the last endeavor/ To find the missing lifeline/ Oh how I wish for soothing rain/ All I wish is to dream again/ My loving heart lost in the dark /For hope I'd give my everything/ My flower, withered between/ The pages two and three/ The once and forever bloom/ Gone with my sins/ Walk the dark path sleep with angels/ Call the past for help/ Touch me with your love/ And reveal to me my true name/ Oh how I wish for soothing rain/ All I wish is to dream again/ My loving heart lost in the dark/ For hope I'd give my everything/ Oh how I wish for soothing rain/ Oh how I wish to dream again/ Once and for all and all for once/ Nemo my name forever more/ Nemo sailing home/ Nemo letting go/ Oh how I wish for soothing rain/ All I wish is to dream again/ My loving heart lost in the dark/ For hope I'd give my everything/ Oh how I wish for soothing rain/ Oh how i wish to dream again/ Once and for all and all for once/ Nemo my name forever more/ My name forever more
video

Momento nostalgia: KINDRED: THE EMBRACED


Kindred: The Embraced foi uma série para a televisão do canal Fox, sob a influência discreta do livro de RPG Vampiro: A Máscara, com oito episódios no gênero Realidade Fantástica, ambientalizados nas noites da cidade de São Francisco, EUA.
Mark Rein-Hagen, envolvido na concepção do livro de RPG homônimo, assinou a série, tendo Aaron Spelling como um dos produtores. Os 8 episódios foram ao ar em 1996.
Com personagens expostos em suas existências imortais e motivações algumas vezes intensamente humanas, o enredo abraça personagens que representam hierarquicamente seus clãs, ou suas famílias de vampiros. Gradativamente descobrindo esse universo paralelo, encontra-se o policial humano Frank Kohanek (interpretado por C. Thomas Howell), que investiga um mafioso Julian Luna (interpretado por Mark Frankel), na realidade da trama o Principe, ocupante do posto mais alto da organização não-humana da cidade. Com o desenrolar da história descobre que Luna não é somente um mafioso mas sim um Vampiro muito poderoso. Dentro desta cidade existem 5 clãs: os Ventrue(A aristocracia de Sangue Azul), os Nosferatus (Os selvagens do submundo), os Toreadores (Amantes das artes e da criatividade), os Brujah (Fortes membros de gangues), os Grangrels (Ciganos e senhores da disciplina Metamorfose) e os Assamitas (Clã dos Assassinos Noturnos). O Conclave dessa cidade é formado pelo Luna o Príncipe e o Primogênito de cada clã que são Raine(Ventrue), Fiori(Brujah), Langtry(Toreador), Deadalus(Nosferatu) e Cash(Grangrel). Na movimentação noturna de seus personagens, ocorrem a necessidade de sangue e o abraço que drena o sangue humano, criando novos vampiros para uma sociedade dividida em clãs, deveres e uma paixão maior que qualquer consciência ou culpa. Enquanto todas as pressões sobre o cargo do Principado são deveres cautelosamente cumpridos, Julian Luna se apaixona pela repórter humana Caitilin (interpretada por Kelly Rutherford), com quem tenta viver encontros tranqüilos, quando tudo o mais é surreal, entre trocas de tiros e poderes impressionantes passados através do sangue. Mesmo tendo recebido várias críticas positivas, KTE teve somente 1 temporada de 8 episódios. Alguns dos fatores que contribuiram para o cancelamento da série foram a falta de familiaridade do público com os termos e situações apresentadas, e a ausência de empatia com alguns personagens (Frank Kohanek, a grande decepção da série). Mas o que realmente selou o destino de KTE foi a morte prematura de Mark Frankel em um acidente de moto em Chiswick, oeste de Londres aos 34 anos de idade. Sem o seu ator principal, os produtores decidiram não dar continuidade a série, terminando subitamente uma das primeiras incursões de cenários de RPG em mídias televisivas. Uma pena, porém assim como os imortais, a memória permanece. No Brasil foi transmitida pela Rede Record em 1997 com o título de "Irmãos de Sangue".

Fonte: Wikipédia

Personagem: Béla Lugosi, o eterno Drácula


Béla Lugosi (Bela Ferenc Dezsõ Blaskó) nasceu em 20 de outubro de 1882 em Lugoj, na Hungria, de onde retirou seu nome artístico. Esta região, que hoje faz parte da Romênia, fica muito próxima da Transilvânia, o que aumentou em muito a mística em torno do ator. De origem abastada, Lugosi decidiu bem cedo que seguiria a carreira artística, para desgosto do pai, Istvan, que era presidente de um banco.

A odisséia de Bela Lugosi teve início aos 11 anos, quando fugiu de casa, abandonou a escola e começou a trabalhar como mineiro, para sobreviver... Morando com a irmã em uma vila próxima, Bela começou a atuar ainda adolescente, em pequenas companhias de teatro da região. Do teatro, o ator passou para o cinema húngaro, onde atuou em alguns filmes com o pseudônimo de Arisztid Olt. Em 1914, se alistou no exército do país, e teve uma breve pausa na carreira devido à I Guerra Mundial. Dois anos depois, porém, Bela convenceu os oficiais de que era "mentalmente instável" e conseguiu sua dispensa...Há boatos também de que ele tenha sido ferido três vezes, assim causando sua futura dependência em morfina para aliviar as dores que seguiram por sua vida inteira.

Pouco a pouco, sua carreira foi ganhando impulso, mas o grande salto para a fama só veio mesmo em 1931, o mesmo ano em que Bela Lugosi, já morando nos EUA, conseguiu a cidadania americana. A Universal queria o famoso Lon Chaney para o papel de Drácula, mas ele veio a falecer antes do início das filmagens. Bela ficou com o papel, e o filme de Tod Browning explodiu nas bilheterias, catapultando o ator para o estrelato!

Pálido, exagerado, com forte sotaque do leste europeu, Bela Lugosi era perfeito para o papel do Conde Vampiro... Quase não precisava de maquiagem! Lamentavelmente, porém, Bela ficou estigmatizado como ator de um papel só, e a qualidade de seus filmes foi decaindo consideravelmente. Estereotipado como "Drácula", e seguindo o mesmo declínio do gênero na década de 40, no qual os monstros clássicos protagonizavam filmes em que se enfrentavam ou comédias, Bela ficou desempregado.
Drácula passou a ser uma parte essencial da vida de Bela Lugosi, e o ator, de excêntrico, passou a ser considerado louco, pois vivia metido em caixões! A associação com Ed Wood, o "pior cineasta do mundo", marcou tristemente o final de sua carreira, protagonizando filmes risíveis como "Glen ou Glenda?" e "Plan 9 from Outer Space"...inclusive Ed Wood arcou com vários custos de internação de Bela, consumido pelo vício em morfina.
Em 16 de agosto de 1956, Bela faleceu em Norwalk, Califórnia, e deixou por escrito seu último desejo: ser enterrado com a capa de Drácula, o personagem que, ao mesmo tempo, representou sua glória e sua maldição. Porém, Bela Lugosi Jr. confirmaria em várias ocasiões que ele e a sua mãe é que teriam tomado a decisão de sepultá-lo com o traje de Drácula.
O Horror perdia assim um de seus maiores ícones. Mas Bela Lugosi continua vivo na memória dos fãs do gênero, tendo sido interpretado por Martin Landau, ganhador do Oscar por este papel, no filme "Ed Wood" (1994) de Tim Burton. Que ironia não?

Fonte: Bela Lugosi, o eterno Drácula

Hoje é a pré-estréia de LUA NOVA!!!!!


Ebaaaaaaaaaaaaaa finalmente acaba essa espera angustiante! LUA NOVA estréia nos cinemas e irei assistir meu lindo vampiro Edward na telona do cinema novamente, depois de 1 ano quase do frisson da estréia de Crepúsculo nos cinemas! Apesar desse livro ter sido o que menos gostei da saga da Stephenie Meyer, ver Robert Pattinson em toda sua plenitude vampírica não tem preço! heheheh E ver os Volturi também vai ser de arrepiar, eu que AMO filme de terror, adorei esses vampiros que são do mal! rsrsrs
Agora vou explicar porque New Moon foi o livro que menos gostei: porque aquele chatinho do Jacob Black fica dando em cima da Bella e ela dá a maior corda! Caraca eu ODIEI isso! Engraçado, mas nunca peguei tanta antipatia por um personagem como tive em relação ao Jacob! Inexplicável...e a escolha do ator Taylor Lautner não ajudou em nada..ô carinha sem sal e sem tempero...ridículo! Preferia mil vezes o Steven Strait do filme The Covenant (O Pacto, 2006) que aí sim ia me fazer mudar de ideia em relação ao personagem Jacob porque esse ator é muuitoooo gatoooooooo! :)
Bem, minhas expectativas são super altas em relação a esse filme e amanhã estarei no cinema babando na telona pelo Ed Cullen! kkkkkkkkkkkkkk

Boa tarde!!

Putz, finalmente tive um tempo de vir aqui no meu cantinho virtual!! Início de semana estressante esse...muito trabalho e zero tempo para diversão! :(
Mas hoje vou compensar e postar várias coisas legais!! :)

domingo, 15 de novembro de 2009

Curiosidade: Anatomia de um Vampiro


Como será que funciona o corpo dos nossos queridos vampiros? Vamos ver? Com a palavra, um vampiro! ;)

Pele - Com as células e corpúsculos mortos, nossa pele adquire uma cor incrivelmente branca e fria, exatamente como a dos cadáveres, a não ser que tenhamos nos alimentado há pouco tempo, hora em que ela adquire um tom rosado e um calor mais humano devido à passagem do sangue pelos seus tecidos. Sem células de defesa ficamos incrivelmente vulneráveis à radiação emitida pelo sol ou às chamas de um fogo. Fazendo com que se algum destes atinjam nosso corpo, espalhem-se rapidamente, assim como faria numa folha seca, ou num corpo ligeiramente umedecido por álcool.

Olhos - Nossos olhos parecem se clarear e refletir luz quando estamos vampirizados, isso acontece porque somos criaturas extremamente noturnas, e quando vampirizados, precisamos de uma adaptação melhor para ver melhor no escuro, ou seja, nossos olhos absorvem muito mais a luz, por isso parecem ser bastante claros e estranhos.

Unhas - Nossas unhas têm uma textura parecida com o vidro, mas de extrema resistência, é muito difícil quebrá-las. Eu poderia compará-las com as unhas de felinos.

Órgãos - Devido à não-utilização dos órgãos, eles se atrofiam. O mesmo acontece com músculos que não recebem sangue diretamente. Isso faz com que os vampiros não apresentem muito porte físico, por mais fortes que sejam. O único órgão que permanece praticamente inalterado é o coração, motivo pelo qual será explicado mais tarde.

Cabelos - Os cabelos permanecem exatamente iguais a como eles eram antes do abraço (antes de tornar-se vampiro). Se cortado, o cabelo crescerá de novo até atingir o tamanho e a forma inicial (esse processo não é instantâneo: demora horas e horas, às vezes até dias).

Dentes - Os dentes permanecem inalterados, exceto pelos caninos que podem ser projetados para fora e se tornarem grandes quando uma certa quantia de sangue é enviada para essa região. Isso ocorre para permitir a perfuração de veias e artérias pelas quais o vampiro se alimentará.

Alimentação - O único alimento necessário e permitido para a nossa sobrevivência é o sangue. É preciso de sangue para qualquer simples movimento. Por exemplo, se eu desejo movimentar um dedo, preciso movimentar uma parte do sangue para o dedo. Todo sangue pode ser movimentado devido a bombeamentos do coração (que continua a trabalhar, mas só que de forma voluntária. O vampiro controla quando e como quer que seu coração bombeie o sangue. O coração só sofre verdadeiras contrações para ações que realmente exerçam grande trabalho físico e/ou mental. Para a maioria dos movimentos e ações, o coração nem ao menos parece se mover). O sangue não se propaga pelo corpo através de veias e artérias, como no corpo mortal, ele se propaga por um processo de Osmose, no qual vai se espalhando internamente, de acordo com os pulsos emitidos pelo coração.

Aparelho Respiratório - Vampiros definitivamente não respiram, a não ser que queiram, pois estão mortos. E mesmo que queiram respirar precisam de uma certa habilidade.

Aparelho Digestivo - O aparelho digestivo dos vampiros não funciona. O único alimento que não possui rejeição nos nossos corpos é o sangue, todo o resto ocorre da seguinte forma: A ingestão de qualquer tipo de líquido, que não seja sangue, causa um mal estar terrível ao vampiro e é expelido através do suor ou de lágrimas. Se bebido em grandes quantidades, o liquido é vomitado pelo vampiro. Sólidos comidos, em geral, causam um péssimo estar no vampiro e são vomitados, juntamente com bastante sangue.

Sistema Imunológico - Vampiros são imunes a qualquer tipo de doença mortal. Nota: Correm boatos de doenças vampíricas que chegam até a induzir a vítima à morte. E também correm boatos de que algumas doenças mortais, como o Ebola, por exemplo, podem chegar a matar, mesmo que indiretamente, porque faz com que a vítima expila todo o sangue.

Regeneração - O vampiro pode regenerar-se rapidamente de qualquer ferimento bombeando sangue para o local. Por ter o sangue super forte e concentrado, as plaquetas agem milhões de vezes mais rápido que nos humanos. O vampiro só não pode se regenerar de queimaduras solares ou por fogo porque o sangue fica bastante aquecido quando queimado e perde temporariamente suas propriedades, até que abaixe a sua temperatura.

Fonte: Anatomia do Vampiro

E ae? O que acharam? Beijos e até amanhã! :)

Poesia: Na Pele de uma Vampira


Quando a noite vem, só e fria,
eu fico a imaginar o infinito
desta minha curta vida,
que promete ser distante;
a fome por um ser fresco
apodera-se da minha mente.
Mas a pena de tirar uma vida,
instala-se nesse coração ainda quente.
A necessidade choca com a ética.
A solidão mórbida submerge.
Tenho nas minhas mãos
o poder de dar a vida eterna,
mas será justo dar vida já morta?
A eternidade é sedutora,
mas o poder de sentir "Amor" é vida!
E esta vida insanguinea que levo, já é morte...
Muitos são aqueles que me pedem a vida,
mas que vida posso eu dar se já sou cinzas?
O desejo de ter alguém para partilhar o mundo
é grande, forte e egoísta.
Estas noites de "cinza-fúnebre"
que assombram e seduzem olhares curiosos,
saciam meu ser com sede de vida fresca,
mas a vítima perfeita, ainda não encontrei.
Alguém que tenha o mesmo sentimento atroz,
que tenha sede de infinito...
Tenho a eternidade para o procurar,
mas tenho a incerteza se ele existirá...


Poesia de autoria de Ana Patrícia Diogo

sábado, 14 de novembro de 2009

Dica de livro: Crave the Night


Minha dica de leitura vampírica de hoje é Crave the Night de Susan Sizemore. São 3 livros em um só, os primeiros volumes de sua Primal Series. Os livros são ótimos, beem sexies!!

I Burn for You
Lutando com os espaços escuros de sua alma, o vampiro Alec Reynard submete-se a tratamentos médicos secretos que lhe permitem suportar a luz do dia. Viver uma vida dupla como um guarda-costas, ele deve também enfrentar a sua poderosa atração por Domini Lancer, uma mera mortal - e, incrivelmente, a sua alma gêmea. Quando o perigo ameaça, ele seqüestra Domini para protegê-la, mas se pergunta: será que ela vai aceitar a escuridão dentro dele - ou é uma matadora de vampiros que habilmente infiltrou-se em seu clã?

I Thirst for You
Josephine Elliot sabe apenas que o estranho que surgiu da noite escura e deserta, e levou-a em cativeiro é chamado Marcus Cage e que ele está em fuga. Um vampiro, Marcus está oprimido por sua sede por Josephine e imediatamente a reconhece como sua alma gêmea - mas quando ela o trai, involuntariamente, os dois são empurrados para um perigo mortal. Pode seu amor recém-descoberto sobreviver ou o seu desejo insaciável está condenado?

I Hunger for You
Mia Luchese, que vem de uma longa linhagem de caçadores de vampiros, não sabe que Colin Foxe rompeu seu caso amoroso, porque ele é um vampiro. Depois ela é atacada por vampiros do mal e Colin a resgata, e as suas verdadeiras identidades devem ser reveladas para se chegar à origem do ataque. Mas mesmo uma inimizade de gerações que deveria separá-los, não pode quebrar o laço que as suas almas famintas têm por uma eternidade de êxtase nos braços um do outro ...

Boa leitura!! :)

Dica de filme: Crepúsculo hoje no TCP


Hoje vai ser a estréia de Crepúsculo no Telecine Premium às 22hs!! E no Telecine Action a partir de 16:15hs teremos uma maratona de filmes de vampiros, começando com: Rise - A Ressureição (Rise - The Blood Hunter, 2007), seguido por Van Helsing - O Caçador de Monstros (Van Helsing, 2004) e Drácula 2000 (Dracula 2000, 2000).
Infelizmente, para nós, amantes de filmes de vampiros, esses 3 não foram uma boa escolha..o que se salva um pouquinho é Van Helsing, pelos efeitos especiais e o tesudo Hugh Jackman no papel título. Os outros dois, nem a presença de Gerard Butler no último, no papel de Drácula consegue salvar essa película tosca que relaciona o vampirão com Judas Iscariotes. Aff...
E o primeiro, com a Lucy Liu...sem comentários. Portanto, só me resta comentar sobre Crepúsculo (Twilight, 2008), que adaptou o romance da Stephenie Meyer para as telonas com o gatérrimo tudibom Robert Pattinson como Edward Cullen. Aiaiaiai (suspiros) eu queria um vampiro como o Ed pra mim! hahahaha Claro, que a única coisa que não aceitei nessa saga foi a SM ter inventado que vampiros não viram cinzas mas brilham ao sol e não têm caninos pontiagudos!!! Ninguém merece isso minha filhaaaaa! Ela simplesmente jogou por terra duas marcas registradas dos nossos queridos sanguessugas..imperdoável! Mesmo assim vale a pena ver esse filme e ler os livros! Quem não quer ser a Bella Swan?? Eu quero! E vc? :)

[OFF TOPIC] VASCÃO CAMPEÃOOOOOOOOOOO!!!!


Boa tarde pessoas! Hoje não podia estar mais feliz! Meu time de coração, Vasco da Gama sagrou-se CAMPEÃO ontem da Série B! Foi um título suado, sofrido, chorado, com direito até a perda de penalti, mas no final demos de 2X1 no América-RN de virada em pleno Maraca!!! Mostramos que somos da Fuzarca!!! Claro que hoje saí com minha camisa do Vasco né? heheh

Hino do Vasco
Lamartine Babo

Vamos todos cantar de coração
A cruz de malta é o teu pendão
Tens o nome do heróico português
Vasco da Gama... tua fama assim se fez

Tua imensa torcida é bem feliz
Norte-Sul, Norte-Sul deste Brasil
Tua estrela, na terra a brilhar
Ilumina o mar

No atletismo és um braço
No remo és imortal
No futebol és um traço
De união Brasil-Portugal


O hino mais lindo!! Amor infinito! TE AMO VASCÃOO!! <333

PS Mexeu com meu time, entra na minha lista negra...

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Vampiros made in Brazil...na MPB


Na MPB, o mito do vampiro também está presente. Como exemplos, temos "Vampiro" gravada por Jô Soares em 1963, "O Vampiro", de Jorge Mautner gravada por Caetano Veloso, "O Teatro dos Vampiros", do Legião Urbana, "Vampiro Mordido", de Rogério Skylab e a mais famosa e minha preferida, "Doce Vampiro" com Rita Lee, entre outras.

Letra: Doce Vampiro
Venha me beijar
Meu doce vampiroooo
Ou ouuuuu
Na luz do luar
Ãh ahãããããh
Venha sugar o calor
De dentro do meu sangue...vermelhoooo!
Tão vivo tão eterno...veneno!
Que mata sua sede
Que me bebe quente
Como um licor
Brindando a morte e fazendo amor...

Meu doce vampiro
Ou ouuuuu
Na luz do luar
Ãh ahãããããh
Me acostumei com você
Sempre reclamando, da vidaaaa
Me ferindo, me curando..a ferida
Mas nada disso importaaaa
Vou abrir a portaaaa
Prá você entrar
Beija minha boca
Até me matar...

Cha lá lá lá
Ou ouuuuu
Cha lá lá lá
Ou ouuuuu...Ou ouuuuu
Ãh ahãããããh
Ou ouuuuu...Ou ouuuuu
Ãh ahãããããh

Ãh ahãããããh
Me acostumei com você
Sempre reclamando da vidaaaa
Me ferindo, me curando...a ferida
Mas nada disso importaaaa
Vou abrir a porta
Prá você entrar
Beija a minha boca
Até me matar...de amoooor!


Super sensual né? Nada como a foto da Bella e do Edward para ilustrar esse post com essa música!! Bom fim de semana a todos!! Beijo me liga! ;)

Fonte: Kadabra Especial

Vampiros made in Brazil...na TV


Na TV brasileira temos alguns exemplos de novelas que abordaram a temática vampírica. Em 1980, Rubens de Falco viveu o Conde Drácula na novela "Um Homem Muito Especial", na Rede Bandeirantes, escrita por Rubens Ewald Filho. Mas foi com "Vamp", escrita por Antônio Calmon e transmitida pela TV Globo de 15 de julho de 1991 a 8 de fevereiro de 1992, às 19 hs, que os atores Cláudia Ohana e Fábio Assumpção conquistaram os corações do público, o meu aí incluído. Aliás, essa é a única novela global que já assisti, uma vez que a programação da TV aberta é um lixo, mas essa é outra história...
Na mesma emissora, em 26 de agosto de 2002, estreou "O Beijo do Vampiro", também escrita por Calmon, tendo no elenco Cláudia Raia e Tarcísio Meira. E, finalmente, em 2008, a Record lançou a sua famigerada "Os Mutantes - Caminhos do Coração", a qual dava continuidade a "Caminhos do Coração". Sem comentários..rsrs
Também não podemos esquecer do personagem Bento Carneiro, o Vampiro Brasileiro, criado pelo fantástico Chico Anísio na década de 80 em seu programa Chico Anísio Show! Seu famoso bordão: "Minha vingança será maligrina!" é até hoje repetido. Sempre ao lado de seu fiel escudeiro, Calunga, Bento era o único ser das trevas que morava "aquém do além adonde que veve os mortos"... :)

Fonte: Kadabra Especial

Vampiros made in Brazil...no cinema


Continuando o papo sobre os vampiros "brasileiros", vou postar agora sobre os vampiros no cinema nacional. Em 1970, o poeta e compositor tropicalista Torquato Neto estrela o filme underground em super-8 de Ivan Cardoso, intitulado Nosferato no Brasil, sobre um vampiro que sai à luz do sol e passeia nas calçadas de Copacabana. Mas o exemplo clássico é o filme também de Ivan Cardoso (1986), do gênero terrir, As Sete Vampiras. O filme se desenrola no Rio de Janeiro, em meados do século XX. O botânico Fred Rossi (Ariel Coelho) é atacado por uma planta carnívora, vinda da África. Silvia Rossi (Nicole Puzzi), sua amada esposa, ao tentar salvá-lo é mordida pela planta e transformada em uma espécie de vampiro. Após o acontecido Silvia é convidada por Rogério (John Herbert), um amigo dela, para se mudar para Petrópolis, para ajudá-lo a administrar uma casa noturna que está próxima da falência. Silvia elabora um show chamado "As Sete Vampiras", que é um misto de terror e erotismo. O show se torna um sucesso, a clientela aumenta na boate e, paralelamente, várias mortes começam a acontecer. Pacheco (Colé Santana), um atrapalhado auxiliar de delegacia que se faz passar por detetive da homicídio, começa a investigar o caso. Quando Rogério morre ao ser atacado por um vampiro, a amante dele, Ivete (Simone Carvalho), contrata Raimundo Marlou (Nuno Leal Maia), um desajeitado detetive particular. Ele, com sua secretária Maria (Andréa Beltrão), conduz a investigação, mas quando sua cliente é morta a situação fica bem complicada.

Só para dar gargalhadas e não sentir medo! heheh

Vampiros made in Brazil..na literatura


Para não dizer que só escrevo sobre vampiros internacionais (risos), hoje vou postar sobre os vampiros made in Brazil. Começando pela literatura, tenho que escrever sobre André Vianco, o mais importante brasileiro a se dedicar ao tema vampiros na nossa terra Brasilis. Ele nasceu em São Paulo e foi criado em Osasco e, em 1999, após ser despedido do emprego, usou o FGTS para imprimir mil exemplares de seu romance de estréia, Os Sete. A editora Novo Século interessou-se e publicou o texto em 2001, que já vendeu mais de 50 mil exemplares, tornando Vianco um best-seller nacional. Os Sete contava a descoberta de uma caravela portuguesa no litoral do RS. Na caravela havia uma caixa de metal lacrada. Dentro dela, sete corpos. Eram vampiros, que haviam sido aprisionados pelos portugueses no fundo do mar. Depois deste livro, o autor publicou diversos outros, a maioria sobre vampiros, entre eles: Sétimo, Sementes no Gelo, A Casa, Bento, O Vampiro-Rei, Turno da Noite e Vampiros do Rio Douro vol. 1 e 2, todos da mesma editora.

Fonte: Wikipédia

Boa tarde!!

Hoje é sexta-feira 13 galeraaaaaaaaaa!!! Cuidado com o Jason Voorhees! Se vc ver alguém te perseguindo usando uma máscara de goleiro de hóckey, fuja o mais rápido que puder! Huahauhauhauhauha =P

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Trilha sonora: AFI - Miseria Cantare (The Beginning)

Mais uma da banda californiana AFI que eu adoro!! Miseria Cantare (The Beginning) do álbum Sing the Sorrow (2003). Enjoy! :)
Letra: Love your hate, your faith lost/ You are now one of us/ Love your hate, your faith lost/ You are now one of us/ Nothing from nowhere, I'm no one at all/ Radiate, recognize one silent call/ As we all form one dark flame... Incinerate!/ Nothing from nowhere, I'm no one at all/ Radiate, recognize one silent call/ As we all form one dark flame/ As we all form one dark flame/ As we all... Love your hate, your faith lost/ You are now one of us/ Love your hate, your faith lost/ You are now one, one of us!
video

Dica de livro: The Vampire's Kiss


Minha dica de livro de hoje é The Vampire's Kiss da escritora Cynthia Eden. Esse livro é maravilhoso!! Simplesmente imperdível! Não sei se tem no Brasil, eu comprei no site da Amazon.

Sinopse: Um mal antigo. Uma aliança profana. Um amor eterno. William Dark é um monstro, um vampiro que se alimenta de sangue e medo. Ele é exatamente o que Savannah Daniels precisa. Um ano atrás, o irmão gêmeo de Savannah e sua esposa foram brutalmente assassinados. Savannah fez um voto de vingança contra o homem, a besta, que o matou. Uma besta que agora está atrás dela. Savannah precisa da ajuda de William, a fim de manter sua promessa. Ela deve convencê-lo a transformá-la, dar-lhe o beijo do vampiro, de modo que ela será forte o suficiente para derrotar o assassino que está no seu encalço. Savannah e William entram em uma aliança profana: Ele vai transformá-la e vê que ela receba sua justiça. Em troca, ela deve ser sua companheira para a eternidade. Mas Savannah logo percebe que há mais em jogo do que apenas a sua vida. Porque uma vez que provar o beijo de William, ela sabe que pode estar em risco de perder seu coração também. E ela vai ter de colocar toda a sua confiança, toda a sua fé, nas mãos de um homem que perdeu sua alma séculos atrás.

Momento nostalgia: BLOOD TIES


Blood Ties foi uma série de televisão canadense baseada na obra Blood Books da escritora Tanya Huff. Estreou na televisão americana em 11 de março de 2007 no canal Lifetime e teve duas temporadas apenas, com 22 episódios, sendo o último transmitido em 7 de dezembro do mesmo ano. No Brasil foi transmitido pelo canal AXN e depois no Animax. A protagonista era Christina Cox, no papel de Vicki Nelson, uma detetive particular que está progressivamente perdendo a visão devido à retinose pigmentar. Ela se une ao vampiro de 480 anos Henry Fitzroy (Kyle Schmid), que é um filho ilegítimo de Henrique VIII e passa a investigar casos sobrenaturais. Ainda no elenco tinha o detetive Mike Celluci (Dylan Neal), ex-parceiro da polícia e amante de Vicki, que a princípio pensa que ela está perdendo a sanidade, e a secretária especializada em ocultismo Coreen Fennel (Gina Holden), que nutre paixão secreta por Henry. Com o desenrolar dos episódios, Vicki começava a penetrar cada vez mais fundo nos mistérios do mundo místico. Enquanto novos casos apareciam em sua vida profissional, em sua vida pessoal Vicki se sentia dividida entre o relacionamento com Mike e a sua atração por Henry, que crescia a cada dia. As histórias abordavam com frequência temas como feitiçaria e demônios.
Os Blood Books da Tanya Huff são um total de 6, para quem quiser ler, são muito legais: Blood Price, Blood Trail, Blood Lines, Blood Pact, Blood Debt e Blood Bank.

Foi uma pena terem cancelado a série! Eu adorava e o Kyle era um vampiro perfeito, sexy demaissss!!! Essa série e Moonlight foram perdas irreparáveis no mundo vampírico televisivo quando foram canceladas prematuramente! :(